domingo, 14 de fevereiro de 2016

O MISTÉRIO DA LISTA DE FURNAS: AÉCIO NEVES E O SEU AMIGO DIMAS TOLEDO

:
Investigação do repórter Joaquim de Carvalho mostra como Dimas Toledo, indicado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) para uma diretoria em Furnas, fez fortuna manipulando licitações nas estatal; Dimas teria sido também responsável por operacionalizar o chamado mensalão de Furnas, que beneficiou diversos políticos.
Por Joaquim de Carvalho, no DCM
No dia 3 de fevereiro, quando depôs em delação premiada ao juiz Sérgio Moro, o lobista Fernando Moura disse que o PT manteve Dimas Toledo na diretoria de Planejamento, Engenharia e Construção de Furnas em 2003 por indicação do então governador Aécio Neves, que, segundo ele, passou a receber um terço da propina paga à estatal.
Atual senador e presidente do PSDB, Aécio reagiu demonstrando indignação.  “Estou sendo alvo de declarações criminosas feitas por réus confessos e que se limitam a lançar suspeições absurdas, sem qualquer tipo de sustentação que não a afirmação de que ‘ouviu dizer'”, afirmou Aécio, que prometeu interpelar o lobista na Justiça.
Hoje, Aécio nega a ligação com Dimas Toledo, mas nem sempre foi assim. Em junho de 2005, Roberto Jefferson, ao falar da origem dos recursos para o mensalão, contou que um dos fatos que geraram a crise do PTB com o PT foi a manutenção de Dimas Toledo na Diretoria de Planejamento, Engenharia e Construção de Furnas.
Na CPI dos Correios, respondendo a uma pergunta do deputado Onyx Lorenzoni, do PFL-RS (atual DEM), ele disse que tentou nomear um substituto para Dimas, mas não conseguiu. “Eu percebi que o próprio ministro José Dirceu não queria tirar. Toda hora, ele dizia: ‘Tem muita pressão. Tem pressão do Aécio’”, respondeu.
Aécio não divulgou nota ou deu entrevista para rebater o depoimento.
Renata Lo Prete, na época editora da coluna Painel da Folha de S. Paulo, hoje apresentadora da Globonews, era a jornalista para quem Roberto Jefferson mais dava entrevistas. Na entrevista em que detonou o mensalão, Jefferson disse:
“Furnas foi o próprio presidente Lula que ofereceu ao PTB. Na diretoria de Engenharia, a mais poderosa do setor elétrico do País, está o doutor Dimas Toledo. Há 12 anos. É muito ligado ao governador Aécio Neves.”
Mais uma vez, Aécio não rebateu.

O MISTÉRIO DA LISTA DE FURNAS QUE ENVOLVE O NOME DE AÉCIO NEVES


INSTITUTO LULA: 'PRIVACIDADE DA FAMÍLIA FOI VIOLENTADA'

:
Nota foi divulgada em resposta a mais uma denúncia contra o ex-presidente neste fim de semana; desta vez, a revista Veja acusa Lula de enviar pertences seus e de sua família para o sítio que frequentava em Atibaia; segundo o Instituto Lula, "parte dos objetos pessoais" de Lula "foi levada para o sítio Santa Bárbara com o consentimento dos proprietários, que são amigos de Lula e de sua família há décadas. Tudo feito de forma oficial e registrada"; o texto afirma ainda que "mais uma vez a privacidade da família do ex-presidente foi violentada, na tentativa sistemática de associá-lo a processos em que ele não é investigado nem sequer nomeado"

ZÉ DE ABREU: A VERDADE É QUE DIRCEU 'TÁ É FODIDO'

:
Militante de esquerda e amigo pessoal de José Dirceu, o ator José de Abreu falou sobre a situação do ex-ministro; Abreu afirma que, em 2015, quando ainda conversavam, Dirceu estava animado; "Disse que cumpriria o resto da pena do mensalão e que, no fim do ano, seria indultado. Queria sair do Brasil, recomeçar a vida em outro país com a filhinha"; tudo mudou, no entanto, quando ele passou a ser investigado pela Lava Jato; "Ele me disse: 'Se me colocarem na cadeia, é pra sempre. Eu não saio nunca mais'"